3
Amigo, ouve o meu conselho: não deixa essa mulher escapar. Se você olhar pra ela e, por um segundo, parecer que teu mundo parou, não deixa ela escapar. Se você tiver vontade não só de acordar do lado dela, mas de tomar café da manhã, almoço e jantar com ela, não deixa ela escapar. […]

Não deixa ela escapar


Excluo tuas fotografias uma a uma, como se a cada pressionada na tecla Delete te apagasse não apenas do meu HD, mas também das minhas memórias. Como se, ficando sem ver aquele monte de pixels no formato do teu rosto, eu conseguisse esquecer do teu sorriso e do azul dos teus […]

Memórias



Eu não te faço juras de amor. Não prometo que será (seremos) para sempre. Não te ofereço conta conjunta no banco, nem meu sobrenome. Já achei um baita passo te dar as chaves da minha casa e uma gaveta no meu armário. Você acha que é insensibilidade da minha parte. Fica […]

Não te juro nada


Eu me lembro exatamente do dia em que me apaixonei por você. Você usava uma camisa preta, com as mangas dobradas até a metade. Nós fomos àquele barzinho no centro, bebemos cerveja e contamos várias coisas pessoais um pro outro. Em algum momento, nesse dia, eu me apaixonei por você. […]

Quando me desapaixonei por você



2
Minha vida está toda pela metade. Tenho leituras inacabadas, projetos abandonados, contas vencidas que não consigo pagar. Nunca consigo beber um refrigerante inteiro e sempre desligo a televisão antes do último bloco do telejornal. Abandonei diversos cursos pela metade e sempre enjoo do perfume na metade do frasco. Metade das […]

Pela metade


1
Você me vê por aí, desfilando de salto alto com essa cara de quem pode tudo, jogando os cabelos ao vento sem titubear, abrindo largos sorrisos pra qualquer um que me diga bom dia. E, por isso, você me acha interessante. Você gosta do meu papo, porque eu falo de […]

Eu não sou interessante




Chovia. Mas, saiu de casa de óculos escuros mesmo assim. E sequer se importou com os olhares de estranheza na rua. Na verdade, se preocupar com a opinião alheia não era algo que tomava muito de seu tempo mesmo. Não que ela se julgasse acima do bem e do mal, […]

Óculos escuros



Esbarravam-se todos os dias no elevador. Ela embarcava no décimo. Ele, no sétimo. Ela nunca fora de ter bom humor pela manhã, mas ele sempre dava bom dia com um sorriso tão lindo quanto desconcertante. As conversas, quando ocorriam, limitavam-se ao tempo, como é de praxe. Mas, quando, por um […]

Elevador


2
Perdi as contas dos momentos em que me peguei indagando o que seria de mim sem você, caso nos afastássemos um dia. Parecia uma ideia absurda e abstrata, e eu simplesmente não podia concebê-la. Para mim, éramos indissociáveis. Não sabia onde terminava você e começava eu, e vice-versa. E lembro-me […]

Sem você