Pela metade 2


dandelionMinha vida está toda pela metade.

Tenho leituras inacabadas, projetos abandonados, contas vencidas que não consigo pagar.

Nunca consigo beber um refrigerante inteiro e sempre desligo a televisão antes do último bloco do telejornal.

Abandonei diversos cursos pela metade e sempre enjoo do perfume na metade do frasco.

Metade das minhas roupas não me serve mais e há anos não falo com boa parte dos meus colegas de faculdade.

Eu tenho que atravessar mais da metade do estado para ver minha família e na metade do mês meu dinheiro já acabou.

Nunca fui a um terço dos shows que gostaria e não conheço nem metade da cidade onde moro.

Não sei dizer se o copo está meio cheio ou meio vazio, acho que simplesmente está pela metade mesmo.

Metade das horas que eu passo na cama eu não durmo e só fico rolando de um lado pro outro pensando em todas as metades que eu não consigo preencher.

Mas sei que minha vida ainda não chegou nem à metade – e desconfio que a melhor parte ainda esteja por vir.

Além do mais, não procuro outra metade pra me completar porque sei que, no fim das contas, não é apenas de duas metades que somos feitos.


Comente!

2 pensamentos em “Pela metade