Eu não quero ser teu amigo 1


Entre quatro paredes, nós somos tudo, menos amigos.
Somos suor, respiração ofegante, lençóis bagunçados, roupas espalhadas pelo chão.
Somos noites intermináveis e cervejas que se esvaziam para saciar nossa sede.

Cá entre nós, somos corpos que se encaixam e se procuram. E se encontram.
No nosso íntimo, eu não sou teu vizinho e você não é minha professora de francês. As poucas coisas que falamos são em bom português e em sentenças curtas, com muitas exclamações.

Aqui, entre quatro paredes, somos o que quisermos.

Mas, da porta pra fora, você me diz que somos apenas bons amigos.
Quando você calça o sapato e vai embora, veste também tua capa de indiferença.

A gente se encontra no supermercado e você me cumprimenta com cordialidade.
A gente almoça juntos e você me trata com distância. Eu tento pegar na tua mão e você se afasta com frieza.

Somos apenas amigos, você repete.

Mas, sabe, eu não quero ser teu amigo.

E também não quero ser só teu amante.

Eu não quero ir para o bar com você em meio à turma e ser apenas mais um, como se nada tivesse acontecido. Como se nada acontecesse.
Não quero sentar em qualquer lugar da mesa que não seja ao teu lado.
Não quero que você me apresente às pessoas meramente pelo meu primeiro nome.

casal

Fora daquelas quatro paredes, eu te quero com a mesma intensidade e a mesma insaciabilidade.
E o meu querer vai muito além do teu corpo. Ultrapassa de longe o mero desejo.

Aqui, na “vida real”, eu quero te cuidar e te proteger da mesma forma como te cubro quando você adormece no meu peito.
Eu quero não só as madrugadas de sábado, mas também os almoços de domingo.
Quero mais que as eventualidades e as superficialidades.
Quero cinema e shows de rock. Quero teus olhos nos meus olhos não só repletos de tesão, mas também de amor e admiração.
Eu não quero encontros esporádicos e cumplicidades eventuais.
Eu não quero, mesmo, ser teu amigo.
Quero ser teu porto seguro. Quero ser tudo o que você quer e precisa.
Quero ser o que você procura não apenas para uma aventura, mas para a rotina.
Não quero apenas tuas noites. Quero também os teus dias.
É por isso que eu não quero ser teu “amigo com benefícios”.
Eu não quero ser só mais um pra você.
Eu não quero que você seja só mais uma pra mim.
Quero que, depois de sermos um para o outro, não exista mais ninguém.

Comente!

Um pensamento em “Eu não quero ser teu amigo